4.10.07

Delicadeza (como são tênues os limites do amor)

basta
um segundo
só uma palavra
e tudo que existia
por toda a vida
acaba

Nenhum comentário: