24.10.07

Procura-se

A moça que estava aqui. E que sorria. A moça que confiava na vida. Perdoava, e logo esquecia.
Empatia.
A moça que era menina.
Maiores descrições, não precisa. A moça é reconhecida tão logo vista.
Procurem.
Quem encontrar e convencê-la a voltar (sim, pois certamente essa é a parte mais difícil) será devidamente recompensado (mas não é dinheiro não, que nesses assuntos dinheiro não vale um tostão).

Nenhum comentário: