11.12.07

Silencio


não me peça palavras
se quiser me compreender
olhe os meus olhos
observe meus passos
meu caminho é de terra
minha flor é branca e amarela
e eu vou sempre descalça
se quiser me encontrar
esqueça as palavras
tire os sapatos
pise na terra
e me dê sua mão
o resto é literatura
(deixemos as palavras
aos que precisam dela)

Nenhum comentário: