16.5.08

encontro

será que existe
uma única criatura
capaz de entender
tudo o que eu
silenciosamente
grito?

tudo o que eu
com tantas palavras
omito?

capaz de me dizer
que já penou da mesma chaga
e se depois restou curada?

alguma criatura
ainda que muda
capaz de me lançar
um olhar de reconhecimento?

um olhar que leve essa tormenta
e traga, em seu lugar, brisa fresca?
aguardo em silêncio

sabendo, no fundo,
que a criatura que busco
me encontra
todos os dias

no espelho

8 comentários:

(l' excessive) disse...

Lindo, como sempre!
Adorei o novo visual do Suspiros
bj procê

Ana Cláudia Zumpano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Cláudia Zumpano disse...

Sabrina,
adorei o novo layout, lindo! muito bom gosto...
eu tbm aguardo todos os dias isso, me reconhecer no espelho, dar a verdade a mim mesma, que é a pior verdade, assim como mentir pra si mesmo é a pior mentira!
bjos! lindos os poemas... assim como todos que já li aqui!
poetisa ;*

Mariah disse...

e, em desespero, descobrimos que nem ela mesma nos entende.

mariah

Nadja Reis disse...

Esse poema se parece muito comigo!Tocante,verdadeiro! Belo blog! =)

Rezú disse...

tens esse olhar aqui, querida.
sempre, viu?
bjo grande.

Anônimo disse...

carinho meu procê nesse dia banhado de amor e alegria
beijos flor
Márcia(clarinha)

Fabiola disse...

Pararece que foi feito para mim

Ta afin de trabalhar?