6.6.08

filha

guardo-te
dentro do meu peito
dentro da minha vida
dentro de tudo que penso
e aguardo, descrente
o dia em que as palavras
nos alcançarão

imagem: Ana Oliveira

10 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

As palavras não dimensionam esse tão precioso tesouro, guarde-o cheio de amor.
dias lindos flor
beijos

Dois Rios disse...

As palavras são o elo do amor. Sem elas ele não existiria. Cedo ou tarde elas sempre nos alcançam

Bjs,

Kathy disse...

LINDO!!!

Grazielle disse...

Sublime!

Dori disse...

Por que "descrente"? Tem de acreditar e aguardar (mesmo sabendo ser difícil o exercício da espera).
Tem sempre de esperar o melhor.

Beijos.

Aline disse...

simplesmente lindo!
:*

Fabiola disse...

ai de suspirar

Querido Diário Otário disse...

Muito bom e poético o texto. É bonito e com poucas palavras passa emoção.
Parabéns pelo blog.
Procuro parcerias, caso se interesse 'vivi_craze@hotmail.com'.
Obrigada desde já.
Um beijo querida.

Rezú disse...

não alcançam não. taí um sentimento que vai muito, muito além das palavras...

Karen disse...

Oi Sabrina,
Cheguei aqui através do Para Francisco. Seus poemas são inspiradores, simples mas com muita alma.

Este, em especial me chamou atenção pois iniciei meu blog após perder minha filhinha há 2 meses.
Gostaria de sua autorização para postá-lo lá (claro com o link) e de te linkar também. Seus textos são como carinhos...parabéns.

bjs