29.9.08

muda(nça)


o
silêncio
compensa
os gritos retidos no tempo

o
silêncio
é a palavra
dos que precisam
dizer nada

o
silêncio
é a recompensa
da alma lavada

5.9.08

...

quero um retiro sem tempo previsto.
quero voar bem alto e ver lá de cima tudo pequeno.
quero sentar no colo de Deus, exausta, e adormecer.
(como uma criança, que entrega todo seu cansaço aos braços de sua mãe).

4.9.08

tarde na fazenda


tem jabuticaba
tem jabuticabeira

tem criança corada
tem criança correndo

tem bicho solto
e tem bicho dentro

tem barulho de vento

tem abacate
tem abacateiro

tem varal no quintal
tem cheiro bom na cozinha

tem menina
tem flor colorida

tem ciranda cirandinha

tem cachorro
tem gato e galinha

tem amora
tem amoreira

tem chá
de erva cidreira

tem vida
todos os dias
para a vida inteira


(imagem: Patricia Metola)