19.2.09

clareando

minha menina querida
vamos juntar nossas fitas
em uma ciranda improvisada

vamos dançar de mãos dadas
vamos brincar descalças

e esquecer da vida

pois só assim
(esquecida)

a vida
faz sentido

6 comentários:

Renata (impermeável a) disse...

adoro a maneira singela que escreve....

queria te ler... assim, sempre!

senti um pouco da melancolia... da saudade da infancia....

tenho uma cronica no blog que...
faz um poema com linha reta ....

leia e veja se nao....
http://impermeavela.blogspot.com/2008/11/e-foi-mofado-o-princpio-do-fim_24.html


beijos....

Blog hey disse...

Mto legal Sá, d++++
tá linda a foto da menina

Bjos Lalinha

Fabiola disse...

hummm alá caieiro!
saudades

Márcia(clarinha) disse...

a vida é sentida...isso sim.

lindo dia flor querida
beijos

Márcia(clarinha) disse...

Meu carinho procê florzinha.
beijos

Ana Cláudia Zumpano disse...

so pra te dizer que eu sempre estou passando por aqui, mas a correria e tanta q nem sempre comento! lindo! lindo poema... concordo com vc

pois só assim
(esquecida)

a vida
faz sentido

beijo mineiro de saudade!