18.12.09

.das faltas









hoje
falta-me a leveza
dos tempos da adolescência

hoje
falta-me a certeza
de que o tempo trará as respostas

hoje
falta-me a serenidade
por crer que tudo está em seu lugar

hoje
falta-me o riso
que explodia no meio do caos

hoje
falta-me a paz
que invadia meu peito sem pedir licença

hoje
eu já não lembro mais
do instante em que desaprendi a sorrir

imagem: Irisz Agocs

4 comentários:

Karen disse...

um dia eu sentiria exatamente isso ao ler. Mas por sorte, consigo ler no passado.
Lindo demais.

bjs

Luna Cortez disse...

Lindo demais.
até do que fala de falta, é leve.
te ler é sempre um prazer.

se isso é sobre você, sorrir é como andar de bicicleta, a gente nunca esquece.

um feliz fim de ano Sabrina.
eu sou admiradora e apaixonada pelo teu blog.

beijos imensos de natal!

J.F. de Souza disse...

sinto que era mais preparado pra vida
tempos atrás

Fabiola disse...

amei