28.3.10

poema de boas vindas

cresce em mim
mais do que a vida
são mil possibilidades
inda pequeninas
cresce aqui dentro
cores não vistas
em batidas rítmicas
cresce sereno
sem medo do frio
cresce pequeno
trazendo águas calmas
um novo parto
e uma nova chegada
.
e mais
sempre mais

10 comentários:

Lucão disse...

Que graça!
Além de bonito, a combinação da imagem com o título ficou casadíssima

:)
Beijos, Sá!

Mauro Lúcio de Paula disse...

Sabrina,
a sua poesia é tão sútil quanto uma linda manhã de outono, as suas palavras são como pétalas de uma flor, não sobra nem falta. A sua delicadeza para dizer coisas belas é rara. Parabéns pela sua maternidade.
Mauro Lúcio de Paula

Márcia disse...

e crescerá forte lhe dominando de amor, que lindo!
beijos de saudades

Cintia disse...

:) :) :) :) :) :) :) :)
:) Tia Ci cada vez mais coruja :)
:) :) :) :) :) :) :) :)

Fouad Talal disse...

Nascido no Signo da Poesia!
Que sorte!

Um abraço!

Fabiola disse...

para quando?

devalentina disse...

sabrina,
como é gostoso te ler. Sempre...
parabéns por essa bênção! mUita luz para vocês.

Estamos de cada nova, quando der apareça.

beijo enorme.

Tata disse...

e aí? qdo chega?

devalentina disse...

O mundo virtual não fica tão doce sem os seus suspiros.

:*

devalentina disse...

Oi querida,
fiquei muito feliz com a sua visita.
Puxa, deve estar bem corrido mesmo, e fico feliz por saber que tudo está correndo bem por aí.

Um grande beijo em todos vcs ;)
Karen