23.11.10

.das lembranças (ou: eu, meu pai, e minha filha)

É tempo de manga por aqui.
E, no meio desses dias, estou eu cortando manga para a minha filha.
Enquanto a faca divide as fatias, eu me lembro do meu pai. Era com ele que eu comia manga quando pequena. No canto da pia, ele cortava a manga em cinco pedaços, sobrando o caroço para ser chupado. O caroço era meu, e os pedaços nós dividíamos. Tudo era feito com muita calma. E sorrisos. Terminávamos com uma bela lavada das mãos e da boca, que por vezes acontecia no tanque da lavanderia mesmo. Hoje eu corto a manga para a minha filha. E conto para ela as minhas histórias de menina. E, junto com cada pedaço, saboreio lembranças da vida.
Eu, meu pai, e minha filha.

Um comentário:

cintia disse...

muitos suspiros com essas lembranças...